O “carnaval” da Europa

Postado por AP  |  20/06/2020

No piano da estação de trem alguém dá o lá. Uma soprano exalta uma ária famosa à beira do Sena. Um trio faz jazz em Saint-Germain-des-Prés. Todo dia 21 de junho é assim. Começa com uma nota na esquina. Embalada por uma harmonia na sacada dum vizinho. Levada por centenas de bandas ou apresentadores solo Paris afora, noite adentro.

Essa é a festa da música. Desde 1982 no primeiro dia do verão para comemorar o solstício estival na Europa – o dia mais longo do ano. Por aqui escurece umas onze da noite. Tanta luz e calor só dá vontade de festa. Guardadas as devidas proporções, é quase um carnaval.

Pandemia ou não, online ou presencial – sem aglomerações – vai ter música. No ritmo de músicos amadores ou profissionais podemos curtir a alegria da música nas ruas de Paris, Lyon, Bordeaux. A iniciativa começou na França e hoje é comemorada em 120 países. Há manifestações oficiais em espaços dedicados. Como também espontâneas no meio da rua. E é isso que faz o charme desse dia.

 

História

A ideia nasceu na França na década de 70 pela músico Joel Cohen que trabalhava numa rádio. No início da década de 80 um ministro da cultura (Jack Lang) a oficializou. É nessa época do ano, inclusive, que há festivais de música (de todo gênero) ao ar livre. Afinal, no resto do ano o tempo não permite.

 

 

Informações

Imperdível vir passar a primavera por aqui e, de quebra, participar de uma festa dessas. Quer saber mais com auxílio para montar seu roteiro e ganhar tempo? Escreva-nos info@brasil-europa.com

Posts recentes
Sete museus renovados prontos para reabrir em Paris
27/01/2021
Allan Kardec em Paris
28/10/2020
Viajar sem sair de casa
22/04/2020
130 anos de monumentos grandiosos
12/03/2020
Cinco viagens bate-volta de Paris: para curtir tranquilidade
28/02/2020
Por período
© 2021. Brasil Europa.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Social One
Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.
CONTINUAR E FECHAR